Pular para o conteúdo
STUDIO PORTO
WEB RÁDIO

MP-BA inicia procedimento para investigar suposto esquema de corrupção em Porto Seguro

HTML tutorial

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) abriu um procedimento extrajudicial para apurar um suposto esquema de corrupção na comarca de Porto Seguro, no Extremo Sul baiano, envolvendo juízes, advogados, promotor, empresários e membros do Poder Executivo municipal. A decisão do MP-BA foi tomada após a obtenção de peças informativas da Corregedoria-Geral de Justiça (CGJ) do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA. As informações são do Bahia Notícias

Faça parte do nosso Canal de Whatsapp e fique por dentro de tudo que acontece.

Segundo o MP-BA, o procedimento está em andamento e todas as providências formais estão sendo adotadas, respeitando a natureza sigilosa da apuração. A Corregedoria do TJ-BA está investigando a possível prática de crimes como corrupção, lavagem de dinheiro, grilagem de terra, fraude processual e agiotagem. Como resultado das denúncias, três juízes foram afastados cautelarmente: Fernando Machado Paropat Souza, Rogério Barbosa de Sousa e Silva, e André Marcelo Strogenski.

Um relatório da CGJ sugere o envolvimento de um promotor de Justiça no suposto esquema na Costa do Descobrimento, apontando a atuação suspeita do juiz Fernando Machado Paropat Souza em processos judiciais em conjunto com o promotor Wallace Carvalho. Depoimentos e análises realizadas durante correições nas serventias extrajudiciais da comarca e no Cartório de Registro de Imóveis e Tabelionato de Notas de Trancoso reforçam a proximidade entre juiz e promotor, indicando uma possível atuação em benefício pessoal do membro do Ministério Público relacionada a área imobiliária.

Confira mais notícias da região em Siga a Notícia.

Fonte: Google News

Deixe um comentário